O CEO da IPC Brasil, Flávio Paiva, foi o mediador do debate de encerramento do Congresso de Tecnologia em Máquinas e Equipamentos Industriais – TECHMEI 2019, que aconteceu em São Paulo entre os dias 14, 15 e 16 de outubro. Maior evento de tecnologia industrial do Brasil, o encontro é uma iniciativa da Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais (ABIMEI) e reuniu mais de 600 participantes abordando temas importantes para o setor, como técnicas, equipamentos, processos, automação, robótica, indústria 4.0, ferramentas, dispositivos e acessórios.

Com o tema “A Necessidade da Tecnologia Global para Melhoria da Competitividade e Produtividade da Indústria Brasileira”, o painel contou com a presença do Presidente Executivo da ABIMEI, Paulo Castelo Branco, Caio Megale, representante do Ministério da Economia e Marília Garcez, representante da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). O debate ocorreu após a palestra do economista do INSPER e ABIMEI Otto Nogami, encerrando o terceiro e último dia da TECHMEI 2019.

O ponto de destaque no debate foi a grande quantidade de dificuldades enfrentada pela indústria brasileira, que carente de um ambiente fértil parou no tempo. Para Flávio Paiva, o que houve foi um círculo vicioso onde a perda de competitividade gerou a necessidade de proteção, resultando mais perda de competitividade e a necessidade de mais proteção. A ineficiência deixou o Brasil fora da concorrência global para boa parte dos segmentos industriais. O país hoje é protagonista em setores onde a necessidade de tecnologia é baixa e o governo já reconhece que precisa sair do cangote do empresário brasileiro. O Brasil está longe da indústria 4.0, sequer atingiu um patamar mínimo de robotização com cerca de 1700 robots em 2018, quando os EUA produz mais de 2000 por mês.

O objetivo da TECHMEI 2019 foi apresentar e demonstrar inovações, novas tecnologias e processos inéditos para o setor industrial brasileiro. O evento contou com 12 palestrantes internacionais, com sólidas bases técnica e científica. Assim como a ABIMEI, a IPC Brasil também aposta no conhecimento para que o nosso setor de atuação siga apresentando novidades para o mercado, como fizemos recentemente com a nova Família de Conexões de Ferro da linha Fire Protection, da GIPP.

Powered by